Avaliação de Desenvolvimento
Sobre a AD
Porquê?
Queríamos muito
partilhar consigo

A consulta de avaliação do desenvolvimento possibilita uma avaliação psicológica e um exame clínico, detalhado e minucioso, dos 0 aos 6 anos, do desenvolvimento global de uma criança e para a qual conflui a consideração das diversas áreas do desenvolvimento infantil, especificamente, no âmbito:

  • cognitivo
  • da linguagem (recetiva e expressiva) e comunicação
  • do raciocínio prático
  • das funções executivas (atenção, orientação, por exemplo)
  • das competências psicomotoras (motricidade geral e destreza óculo-manual) e competências visuopercetivas
  • da consciência espácio-temporal, do autoconceito e autonomia
  • da dinâmica sócioafectiva.

A avaliação do desenvolvimento será essencial nas circunstâncias em que os pais/representantes legais, educadores (no contexto do seu sistema de ensino), por exemplo, procuram compreender as potenciais assimetrias no desenvolvimento de uma criança (que possam estar a condicionar o seu processo de crescimento e robustez de aquisições desenvolvimentais) e as suas principais dificuldades numa determinada área de desenvolvimento. E, de igual modo, nas circunstâncias em que se pretenda uma avaliação, psicológica e psicopedagógica, para entrada antecipada, adiada/retardada ou condicional para o 1º Ciclo do Ensino Básico (nos casos em que uma criança completa os 6 anos entre 16 de Setembro e 31 de Dezembro, consoante Despacho Normativo n.º5/2020 da Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares).

Este formato de avaliação, para além da avaliação global (quantitativa e qualitativa) do desenvolvimento de uma criança, possibilita a identificação, avaliação e compreensão das suas competências e capacidades, bem como as áreas que, em consequência de um conjunto de indicadores que o justifiquem, possam estar menos investidas e menos sólidas (comparativamente com as aquisições normativas expectáveis para determinada faixa etária). Resultará desta dinâmica a possibilidade de, a partir dessa análise global, se delinear uma proposta de intervenção psicopedagógica - e, nas circunstâncias em que se considerar essencial - um trabalho psicoterapêutico (consentido) - que promova um desenvolvimento e crescimento harmonioso de uma criança. Sendo que crescer nunca se fará, como, por vezes, se poderia imaginar, sem sobressaltos ou “em linha reta”, ou seja, sem períodos, circunscritos e pontuais, de “rutura”, de “desorganização” e, em síntese, de desafios. O que separará estes movimentos, salutares, de desenvolvimento de uma criança dos indicadores clínicos que merecerão uma análise, avaliação e intervenção especializada, será o modo como, progressiva e insidiosamente, parecem comprometer determinadas aquisições, o seu desempenho e o percurso do desenvolvimento. Que os pais, de um modo intuitivo e atento, vão identificando. E que a escola, ou outros educadores do sistema familiar, de modo, igualmente, atento, vai sinalizando.

A seu pedido de consulta foi enviado com sucesso!
Muito obrigado! Receberá um contacto breve da nossa parte!
Início
Qual a especialidade pretendida?
Por favor seleccione a especialidade.
Por favor confirme que aceita
a Política de Privacidade.
Para que o/a possamos contactar, selecione uma opção.
Por favor escreva o seu telefone.
O nº de telefone tem de ter 9 dígitos.
Por favor escreva o seu e-mail.
Agradecemos o seu contacto! Pode-nos dizer o seu nome?
Por favor escreva o seu nome.
A sua mensagem foi enviada com sucesso!
Muito obrigado! Receberá um contacto breve da nossa parte!
Início
Qual o assunto pelo qual nos contacta?
Por favor seleccione o assunto.
Por favor escreva a mensagem.
Por favor confirme que aceita
a Política de Privacidade.
Para que o/a possamos contactar, selecione uma opção.
Por favor escreva o seu telefone.
O nº de telefone tem de ter 9 dígitos.
Por favor escreva o seu e-mail.
Agradecemos o seu contacto! Pode-nos dizer o seu nome?
Por favor escreva o seu nome.